11 de julho de 2015

Estrelas


Abriu a janela, inspirou o ar salgado que envolvia Fisterra naquela noite de agosto e contou todas as estrelas do céu antes de se deitar, agarrado à chávena de chá morno.
Seria a última vez que o faria.


©Pedro Miguel Rocha

Sem comentários: